Bianca Comparato

Bianca
Comparato

Bianca Comparato (atriz e produtora) nasceu no Rio de Janeiro no dia 19 de novembro de 1985. Se formou em Comunicação Social – Cinema pela PUC-Rio, atendeu a Royal Academy of Dramatic Arts em Londres, estudou com a renomada professora Susan Batson em Nova York e trabalhou com o notório coach, Juan Carlos Corazza. Começou a carreira ainda jovem com 17 anos na peça ‘Avalanche’ ao lado de Bruce Gomlevsky e sob a direção de Ivan Sugahara. Desde então, Bianca atuou em mais de 6 produções de teatro em todo país. Em ‘Lição n18 – Romeu e Julieta’, peça escrita por seu pai Doc Comparato, Bianca não só interpretou Julieta como também foi uma das produtoras do espetáculo.
Depois de sua estreia na telinha na série ‘Carga Pesada’ ao lado de Stênio Garcia e Antônio Fagundes em 2005, Bianca fez mais de 10 séries e novelas na Rede Globo e assinou dois contratos de 3 anos com a empresa. Viveu a célebre Maria João em ‘Belíssima’ de Silvio de Abreu, Elis Regina no programa ‘Por Toda Minha Vida’ e a ‘Betânia’ em ‘Avenida Brasil’, uma novela de João Emanuel Carneiro. Em 2013 faz sua primeira protagonista na televisão na série 'A Menina Sem Qualidades' dirigida pelo premiado diretor Felipe Hirsch, a produção foi a última da extinta MTV Brasil. Ainda nesse ano interpretou a personagen Carol na segunda temporada da aclamada série 'Sessão de Terapia'. Em ambos, a atuação de Bianca foi enaltecida pela crítica de inúmeros jornais espalhados pelo país. Bianca estrelou em mais dois filmes, ‘Como Esquecer’ e ‘Somos tão Jovens’. O primeiro participou da mostra competitiva do Festival do Rio de 2010 e do Festival de Havana de 2010.
Venceu o GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIRO de atriz coadjuvante por seu trabalho em 'Somos tão Jovens', ganhou também o prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) como melhor atriz em televisão no ano de 2013. Foi indicada ao prêmio de melhor atriz coadjuvante no Festival do Rio de 2008 e no Festival de Gramado daquele mesmo ano por seu trabalho no filme ‘Anjos do Sol’, em que viveu a jovem prostituída, Inês. Em 2009, ela foi curadora de uma mostra sobre Marlon Brando e a interpretação no cinema, chamada ‘Brando: o Ator no Cinema’, que aconteceu na Caixa Cultural do Rio de Janeiro.
Com produção de Iafa Britz e direção de Vicente Amorim o longa 'Irmã Dulce' estreou em Novembro de 2014. Bianca interpreta a personagem título e foi indicada ao Grande Prêmio de Cinema Brasileiro de melhor atriz.
Em 2015, Bianca fez a novela 'Sete Vidas' na Rede Globo, a série original da HBO America Latina 'O Hipnotizador' e também a série do GNT 'Romance Policial: Espinosa'.
Bianca lançou a primeira série Original da NETFLIX no Brasil chamada '3%' da qual é uma das protagonistas.
Este ano, lançou 4 novos filmes: uma comédia romântica ao lado de Matheus Solano (Talvez Uma História de Amor), a biografia de Erasmo Carlos ao lado de Chay Suede (Minha Fama de Mau), uma produção indie da Paranoid Filmes ao lado de Johnny Massaro (Todas as Razões Para Esquecer) e um filme de terror (Morto Não Fala).