Unlock CCXP19: evento de empreendedorismo abre as portas para a programação da CCXP19

21.02.2020

Painéis e diálogos com especialistas do mercado identificam oportunidades de negócios no universo da cultura pop

São Paulo, 3 de dezembro de 2019 – O Unlock CCXP19, evento de negócios para a indústria do entretenimento que antecede a CCXP19, teve início na terça-feira (03/12), com uma série de painéis sobre oportunidades de empreendedorismo no universo da cultura pop. Durante dois dias, players do mercado debateram importantes temas que contribuem para melhoria na produção cultural nacional com foco no público geek.

No painel Streaming: Modelos de Negócio, Patrícia Muratori, do YouTube Brasil, e Tereza Gonzalez, da Viacom, discutiram como as inovações tecnológicas mudaram a indústria do entretenimento e a forma de consumir conteúdos em vídeo com a chegada das plataformas digitais. Hoje, 67% dos brasileiros assistem a conteúdos em canais digitais, obrigando produtoras, canais e mídias tradicionais a se reinventarem para não perderem audiência. Os conteúdos de marca também foram citados pelas executivas, que acreditam que os criadores de conteúdo não se rendem à qualquer empresa, mas fazem, sim, parcerias com àquelas que geram identificação com conteúdo produzido e público recorrente.

Intitulado Brand Experiences CCXP19, o debate reuniu executivos de algumas marcas patrocinadoras do evento em 2019: Oi, Cinemark, Telecine, Hershey’s, Fanta e Trigg. Os convidados contaram suas experiências como apoiadores e a tarefa especial de conversar com a audiência exigente de um evento do porte da CCXP. Eles ainda destacaram o desafio de levar para dentro das empresas (algumas com mais de 100 anos de história) a cultura pop e a importância da renovação das estratégias de conexão com o jovem.

Houve, ainda, espaço para uma masterclass sobre a função de showrunner na produção audiovisual. Felipe Braga, da LB Entertainment e responsável pelas produções de “Latitudes”, “Samantha!” e “Sintonia”, falou da importância deste profissional que supervisiona a escrita e a produção de cada episódio de uma série, além de possuir decisões administrativas e criativas relacionadas ao projeto. Em seguida, David Diesendruck, da Redibra, Janara Lopes, da Ideafixa, e o quadrinista Gabriel Bá falaram sobre propriedade intelectual e licenciamento de produções. Para os especialistas, a tecnologia democratizou a distribuição de conteúdo, especialmente para os pequenos criadores.

O apresentador André Vasco foi mediador do painel O Futuro do Entretenimento, com Janaína Augustin, da O2, Ricardo Laganaro, da Árvore Experiências Imersivas, e o cronista Antônio Prata. Em um papo descontraído, os convidados avaliaram que o novo consumidor, pertencente à chamada Geração Z, já nasceu conectada e que a nova era do consumidor passa pela tecnologia. No entanto, eles lembram que as máquinas ainda não sabem contar boas histórias e que a criação ainda precisa da sensibilidade humana. A programação do primeiro dia de Unlock CCXP19 ainda teve espaço para mostrar o case do Hacktown, festival de experiências e conteúdo que há três anos acontece em Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais, provando que a novidade e o compartilhamento de boas ideias não precisam estar restrito aos grandes centros urbanos.

A identidade do público geek e os planos da Omelete Company

Dentre as novidades apresentadas no dia, a Omelete Company, em parceria com o instituto MindMiners, divulgou os resultados da pesquisa Geek Power 2019, que desvenda o perfil e os hábitos de consumo do público geek brasileiro.

A metodologia da pesquisa utilizou quantitativa e qualitativa online em dois universos: 1.853 respondentes na plataforma do Omelete, representando o público geek, e 1.500 respondentes na plataforma MindMiners, que representam o brasileiro conectado. O foco era mapear quem é esse público, seu estilo de vida, seu comportamento e como consome o entretenimento no dia a dia. “Diversos agentes querem entender o comportamento do geek, porque ele rompe barreiras, viraliza e dita tendências. O geek está na vanguarda e os números inerentes a esta audiência não param de crescer”, disse Otávio Juliato, CCO da Omelete Company.

Segundo o executivo, a relação das marcas com o público geek mudou. As empresas estão mais assertivas e se inserem na conversa com a audiência ao longo do tempo. “Não é preciso ser uma empresa de tecnologia para se destacar com o público geek. Ele consome educação, alimento, finanças e diversão como todo mundo. Qualquer empresa que gere identificação pode cair no gosto desse público fiel”, pontuou. Ele ainda aconselha que as marcas tenham a ousadia de sair do modelo de mídia tradicional e pensem em como se inserirem na jornada da experiência do grupo.

Para encerrar a programação, Pierre Mantovani, CEO da Omelete Company, Fábio Reis, Head de Novos Negócios, Marcelo Forlani, sócio-fundador, e o empresário Facundo Guerra fizeram uma leitura do crescimento dos negócios da Omelete em 2019 e adiantaram alguns projetos da empresa para os próximos dois anos.

A primeira grande novidade é o CCXP Cruise, um cruzeiro que levará para alto-mar toda a experiência da CCXP em março de 2021. A aventura acontece a bordo do MSC Preziosa, considerado o maior e melhor navio que passa pela costa brasileira, com 1.596 cabines, sendo colocados à venda 3.851 lugares. Os primeiros pacotes já serão comercializados durante a CCXP19. A Omelete Company também se associará ao canal Gaules, o maior canal brasileiro de eSports e um dos maiores do mundo, com streamings de Counter-Strike.

Por fim, uma grande novidade promete ocupar um espaço esquecido na capital paulista. A Omelete House é um projeto que quer levar a diversão da CCXP para todos os dias. Com previsão de abertura para o final de 2020, a instalação acontecerá no Cine Ipiranga, antigo cinema de rua abandonado em São Paulo.

O espaço trará uma variada gama de experiências para o público, incluindo games, transmissão de séries, eventos de lançamentos, debates, oficinas, gastronomia, baladas e muito mais. “Esta é uma forma que encontramos de ressignificar este espaço de São Paulo. Não existe no mundo um espaço como este dedicado aos games e à cultura geek que ocupe um cinema de rua”, disse Mantovani.

A programação do Unlock CCXP19 segue pela quarta-feira (4) com mais painéis e encerra-se com a Spoiler Night, abertura extraoficial do festival para imprensa e convidados.

Dados da Pesquisa Geek Power:

Gênero: 63% homens | 37% mulheres

Faixa etária: 38% têm até 24 anos | 40% têm entre 25 e 34 anos | 22% têm entre 35 e 54 anos

Família: 72% são solteiros | 87% não têm filhos

Renda: 12% classe A | 30% classe B | 28% classe C | 30% classe D

Educação: 5% fez mestrado ou doutorado | 56% têm ensino superior completo ou cursando | 16% têm alguma especialização

86% falam inglês | 30% falam espanhol

Estilo de vida: 79% estão tentando se alimentar de maneira mais equilibrada | 4% são vegetarianos | 54% praticam algum exercício físico (musculação, corrida e caminhada estão entre as preferências)

Imediatismo: 80% usam serviço de delivery pelo menos uma vez por mês | 14% preferem refeições rápidas na correria do dia a dia

Mobilidade: 77% usam carro | 51% utilizam transporte público | 8% se locomovem por bicicleta

Finanças: 59% se interessam em desenvolver um negócio próprio | 41% tem o hábito de investir a renda | 6% investem em criptomoedas

Diversão: 1/3 tem interesse em fazer um cruzeiro durante as férias

Entretenimento e cultura: 91% acessam redes sociais todos os dias | 68% assistem TV e TV por assinatura pelo menos uma vez por semana | 83% leem quadrinhos e livros 3 vezes mais que a média brasileira | 78% acessam blogs e sites de notícias diariamente | 45% frequentam cinemas mais de duas vezes por mês

eSports: 20% assistem streaming de eSports

Games: 62% jogam games | 71% jogam em consoles pelo menos uma vez por mês | 44% jogam em desktop/notebook

Streaming: 94% assinam serviços de streaming para vídeos, como Netflix, Amazon Prime Video, HBO Go e outros | 62% usam o Spotify durante a semana

Experiências: 54% já foram a algum evento nos últimos 3 anos (CCXP, Rock in Rio e Lollapalooza foram os eventos mais lembrados)

Filmes: 54% assistem ficção científica | 35% aventura | 35,6% fantasia

Séries mais aguardadas pelos geeks em 2020: Stranger Things, La Casa de Papel e Falcão e o Soldado Invernal

Filmes mais aguardados pelos geeks em 2020: Mulher-Maravilha 1984, Black Widow e Os Eternos

CCXP19

Datas: 5 a 8 de dezembro de 2019  

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo - SP) 
Ingressos: ESGOTADOS

Horários: quinta-feira e sexta-feira, das 12h às 21h; sábado, das 11h às 21h; domingo, das 11h às 20h.

Sobre a CCXP – Em 2018, o festival recebeu 262 mil visitantes, batendo recorde de público e se estabelecendo mais uma vez como o maior festival de cultura pop do mundo. A CCXP já faz parte do calendário cultural do país e, este ano, acontecerá entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Saiba mais em www.ccxp.com.br.  

Informações para a imprensa

Approach Comunicação
Marko Miller (Atendimento)

marko.miller@approach.com.br (11) 3846-5787 • r 72

Vanessa Coelho (Atendimento)

vanessa.coelho@approach.com.br

(11) 3846-5787 • r 29

Adriane Constante (Coordenadora) adriane.constante@approach.com.br

(21) 3461-4616 • r 133

Fabiana Guimarães (Diretora)

fabiana.guimaraes@approach.com.br

(21) 3461-4616 • r 151